Pode o jornalismo sobreviver?

Publicado em Atualizado em

new york mag

Information is a social need. Paper is an aesthetic preference. So if the news about New York magazine means that I get more of it, but digitally, I’m happy for now. I like the New York I can hold in my hands. But what really matters is the New York state of mind.

É desta forma que James Poniewozik, no artigo «Don’t Cry for New York Magazine and Journalism (Yet, Anyway)», aborda a mudança de estratégia de uma das revistas icónicas da Big Apple – New York Magazine – ao passar de semanal a quinzenal, um sinal dos tempos e do contexto económico. O maior espanto é que a notícia é boa, isto porque, ao contrário do que se passa por cá, este órgão de comunicação social não prevê despedimentos:

New York is not laying off staff; in fact, it will be hiring staff for the magazine’s already busy website. It will plow the savings from printing less often into digital publishing. As a magazine–a physical thing–New York may be cutting back. As a news organization, it is–for now at least–growing. Palpable? Maybe not. But at least potentially thrilling.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s